Trabalhando de casa? Especialistas dão dicas de como ajustar sua residência para o home office.
Voltar para o blog

Trabalhando de casa? Especialistas dão dicas de como ajustar sua residência para o home office.

Em um tempo que requer cautela e prudência, é preciso cultivar novos hábitos em relação ao trabalho para proteger a saúde das pessoas. O home office foi uma das formas encontradas para se continuar em meio à pandemia. A tecnologia permitiu que muitas empresas seguissem com sua produção e - depois da surpresa de ter que, rapidamente, adaptar-se à realidade - muitas delas começam a rever as reais necessidades de se manter processos e estruturas em suas corporações.

Uma tendência de comportamento que se tornou realidade até mesmo para empresas tidas como tradicionais e conservadoras e que agora descobrem um formato que pode ser produtivo e rentável. Especialistas apontam que o home office veio para ficar, principalmente depois da nova lei trabalhista que regulariza e cria regras para mais essa modalidade de trabalho.


O home office

Em tradução livre, home office significa “escritório em casa”, também conhecido como trabalho remoto ou à distância. Um movimento que começou com as empresas de Tecnologia da Informação e se expandiu para outras áreas como Recursos Humanos, Marketing, Controladoria/Finanças e Jurídico.

A mudança no jeito de trabalhar trouxe diversos benefícios para os profissionais como um melhor desempenho na realização das tarefas, uma vez que promove uma integração mais facilitada entre vida pessoal e profissional; mais conforto, afinal, você está dentro da sua casa; qualidade de vida para poder, por exemplo, ter uma pausa para fazer o próprio almoço e diminuição do estresse por conta do deslocamento, principalmente nas grandes cidades. Sem contar que para empreendedores individuais significa diminuição de despesas também.


Requisitos

Mas trabalhar em casa requer disciplina e autocontrole. Espaço reservado e rotina são alguns dos segredos para um dia produtivo e prazeroso. O primeiro, ajuda a ter uma divisão física literal do trabalho e do lar. Da mesma forma que quartos são pensados para o sono e relaxamento, o local onde você desempenha sua profissão, precisa estar preparado para que o corpo e a mente o associem apenas a essas atividades. E o segundo, permite estabelecer foco, com uma agenda planejada de atividades.

Se você já trabalha nesse formato ou está pensando em mudar os rumos de sua carreira profissional, então é importante ter um ambiente para isso. O primeiro passo é definir o local e suas limitações. Lembrando que é possível adequar qualquer espaço utilizando conceitos muito difundidos na arquitetura atual.  


Dicas de profissionais

Convidamos dois arquitetos para darem dicas do que você pode fazer em sua casa.

Patricia Lopes , CAU A67447-8, do escritório DP Studiofala da questão da privacidade: “encontre um local onde se tenha um mínimo de privacidade e silêncio, ainda mais se você compartilha sua casa com outras pessoas. Não dá para trabalhar na sala, enquanto as crianças estão olhando TV”. “Um local com porta, para você se isolar e fazer aquela reunião remota, pode ser um bom começo”, ressalta a arquiteta.

Mas nem sempre isso é possível. “Se você mora sozinho, fica mais fácil encontrar um cantinho na sala, mas para casas compartilhadas e pequenas, o próprio dormitório pode ser uma boa opção, ou até mesmo um cantinho na cozinha, dependendo do que você faz”, diz Patrícia. “Mas tem que ser um cantinho exclusivo para você montar seu “mini-local de trabalho”. Trabalhar na mesa da cozinha ou de jantar e ter que desmontar todo seu whorkstation, quando for comer, não é muito recomendado”.

Uma boa iluminação, entrada de luz solar, circulação de ar são outros aspectos que podem influenciar no seu rendimento. Entradas de wi-fi, tomadas em pontos estratégicos e conforto ergonômico também precisam ser observados, independente de como se dá a estrutura de sua residência.

Eduardo Goettert Burgos , CAU: A67435-4, da Burgos Arquiteturanos apresenta uma das soluções encontradas em novos projetos: o webspace. Um lugar separado dos demais ambientes, que proporcionam privacidade e isolamento e que, muitas vezes, podem ser adaptados em conjunto com a sala de estar ou algum espaço residual da residência e que são capazes de possibilitar a realização das atividades em home office.

“No mercado imobiliário também se observa uma preferência por imóveis que possuem ambientes propícios para o trabalho em casa. Como exemplo deste caso, podemos citar o sucesso de vendas dos apartamentos com webspace ou ambientes flexíveis nos Edifícios do Condomínio Parque Europa”, destaca Eduardo.

 


           





Ele acredita ainda que a atual e inédita situação provocada pelo coronavírus certamente irá ampliar a necessidade e reivindicação para que as residências possuam um adequado espaço para home office. “Até mesmo pessoas que não necessitavam de ambientes para trabalhar em casa, hoje, demandam um espaço adequado para exercerem suas atividades profissionais dentro de casa”.  


Tendência

Os moradores terão outras percepções em relação a isso e, nesse momento, “o arquiteto torna-se ainda mais importante, pois é o profissional habilitado para projetar as necessidades do cliente, pensando no ambiente desde o nível de privacidade exigida para tal função, atentando à ergonomia correta dos mobiliários e adequando o conjunto às novas tecnologias que podem ser decisivas nas tomadas de decisões do projeto”, finaliza o arquiteto.


E aí, como você está se adaptando à nova realidade?

A gente espera que esteja tudo bem com você e sua família.
Lembrando que, se possível, cuide-se e fique em casa, combinado?

Outros posts

  1. Vantagens em comprar apartamento pequeno: é pra mim?

    Vantagens em comprar apartamento pequeno: é pra mim?

    Com metragem menor que outros tipos de imóveis, os apartamentos de um dormitório podem ser mais práticos e versáteis, principalmente para quem mora nos grandes centros. Assim, eles vêm roubando a cena...

  2. Vale a pena investir em imóveis?

    Vale a pena investir em imóveis?

    “Brasileiro gosta de investir em tijolos”. Você já deve ter ouvido essa expressão por aí, não é mesmo?Essa é uma das observações da pesquisa “Raio X do Investidor”, realizada pela Anbima (Associação N...

  3. Tecnologia em conforto acústico garante sossego e qualidade de vida aos moradores do Parque Europa

    Tecnologia em conforto acústico garante sossego e qualidade de vida aos moradores do Parque Europa

    Crianças brincando e correndo, cachorro latindo, vizinhos conversando de forma animada: tudo isso é sinal de vida plena e feliz! Mas tem dias que a gente só quer chegar em casa, ter paz e sossego,...

João Dick Imóveis

Plantão de Vendas
51 99701-2806 '
Comercial
51 3713-2488 '

João Dick Imóveis

Plantão de Vendas
51 99701-2806 '